HORA CERTA

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Madeira garante que cumpriu regras de passagens aéreas na Câmara

Madeira foi deputado até 2008
Madeira foi deputado até 2008
O prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira (PSDB) rechaçou nesta quinta-feira, 3, sua inclusão na lista de ex-deputados federais denunciados pela Procuradoria-Geral da República por suposta farra com passagens aéreas cedidas pela Câmara Federal.
Madeira foi deputado federal até 2008, quando elegeu-se prefeito.
Em sua época, explica o ex-parlamentar, as cotas de passagens eram livres, e ele sempre cedia para correligionários que precisavam resolver questões em Brasília.
– Quando fui deputado federal, as cotas de passagens aéreas eram livres. Como temos muitos correligionários e eleitores, que necessitam estar em Brasília ou outro lugar,até para tratamento de saúde, eu sempre viabilizava estas passagens, o que era permitido em minha época – afirmou madeira.
A regras para uso de passagens parlamentares foram mudadas a partir de 2010, quando Sebastião Madeira sequer era deputado federal.
O prefeito tucano di ter estranhado seu nome na lista da “farra das passagens”, mas diz que tem todos os elementos para ser retirado, já que não burlou nenhuma norma de sua época como parlamentar.
A denúncia contra os ex-deputados foi feita ao Tribunal Regional Federal, em Brasília.
Além de Madeira, outros 11 maranhenses foram incluídos.
Blog do Marco D´ça

Nenhum comentário:

Postar um comentário