HORA CERTA

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

São Luís virou praça de guerra: Onze homicídios registrados somente no fim de semana em SL

O alto índice de assassinatos na grande São Luís nos fins de semana vem se repetindo durante o mês de janeiro. Até a madrugada desta segunda-feira (27) foram registrados onze homicídios na região metropolitana.
No sábado (25), Carlos Alberto Almeida Máximo, de 35 anos, foi assassinado com disparos de arma de fogo na região da Areinha. Já na Vila Embratel, um jovem identificado como Josemar da Cruz Nunes, de 28 anos, foi morto a tiros.
No domingo, na região da Vila Santana, Itapera, quatro homens foram alvejados com disparos de arma de fogo. Josenilson Lopes Santos e Mario Gomes Cardoso, de 41 anos, morreram no local. Uma terceira pessoa teria ficado ferida gravemente.
Foram três homicídios na região do Coroadinho. Gladson Santos, de 41 anos, foi morto com quatro tiros por volta das 15h. Leonilson de Sousa Goullar, de 21 anos, foi morto com tiros e uma facada nas costas na Rua da Pocinha, na Vila Natal. Já Marcelo Sousa Cardoso foi assassinado a tiros no Bom Jesus, na Travessa Jairzinho.
Um homem identificado como Alfredo Ferreira dos Santos, de 22 anos, foi assassinado por volta das 19h30 na Vila Janaína. Um veículo Fiesta preto passou devagar na frente da sua casa. Ele foi olhar o que era e acabou baleado com vários disparos. A vítima não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.
No bairro da Liberdade, no Comércio da Toinha, por volta das 22h, um homem identificado como Geilson André Costa Batista, conhecido como “Batata”, de 34 anos, foi assassinado por três elementos que estavam em um veículo prata.
Já por volta das 4h da madrugada desta segunda-feira (27), uma mulher identificada como Fernanda Sousa Silva, de 31 anos, foi morto a facadas pelo próprio companheiro identificado como Elcio Borges Araújo. O crime aconteceu no Bairro de Fátima.
Apenas no primeiro mês do ano já foram registrados 89 homicídios na região metropolitana de São Luís.
Blog Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário