HORA CERTA

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Jornalista Alex Limeira é agredido em gabinete de prefeito

O ocorrido
O Jornalista Alex Limeira, hoje à tarde (30), por volta das 16h00 foi chamado ao gabinete do prefeito através do Office boy da prefeitura, Alan. Ao adentrar a sala o prefeito afirmou ao jornalista que ele teria mandando o áudio de sua fala ao blogueiro Cutrim. O jornalista tentou explicar que não mandou áudio nenhum, até porque não foi à Dencidade naquele noite, tampouco tinha conhecimento do nome Cutrim, o que veio saber através do prefeito. Mas o chefe do executivo não o deixou falar dizendo que lá (no gabinete) ele (prefeito) é quem tem direito de falar, e ainda ameaçou o jornalista de que poderia mandar-lhe prender, e que tinha inclusive poder de lhe dar umas porradas, pois o jornalista não valia porra nenhuma. Momento então em que o prefeito agarrou na camisa do jornalista e fez menção de dar-lhe um soco. Alex Limeira conseguiu se desvencilhar das mãos do prefeito e saiu da sala apressado, tendo dois botões de sua camisa arrancados.
 
Camiseta: Dois botões arrancados à altura do abdomen e toráx

Nota do Jornalista
Me entristeço ter que enunciar tal fato, que diz respeito explicitamente da vontade do gestor público de amordaçar a imprensa, e desta vez usando a força física, e com a agravante maior: injustamente. Eu, Alex de Brito Limeira, não conheço Cutrim; nunca tinha ouvido falar; eu não estava na Dencidade, portanto fui agredido injustamente, sem direito, se quer de explicar acerca do que foi publicado no DAL (Diário do Alex Limeira) a respeito da visita do secretário Luís Fernando a Fortaleza dos Nogueiras.
Isso prova, que o gestor público age por impulso e é desequilibrado, não consegue dialogar; parece pensar que ainda estamos no tempo da ditadura militar, onde o que imperava era força física, o braço, a pancadaria. Sinceramente temo o que pode me acontecer, mas não posso parar de escrever imparcialmente, como venho escrevendo a tanto tempo, e que é indiscutivelmente a democracia; divulgando inclusive obras e feitos do prefeito municipal, e por pouco não levei um soco no rosto.
No mais só me resta o repúdio e a tristeza para tal fato, pois raiva não tenho, tenho apenas o desejo de que de fato, a democracia prevaleça e que nosso prefeito tenha mais equilíbrio e que não haja por impulsividade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário