HORA CERTA

sábado, 25 de janeiro de 2014

Ewerton Rocha é o Deputado Federal maranhense que menos faltoso na Câmara

Ewerton Rocha discursa esta semana na reinauguração da sede do PDT em São Luís

De acordo com o gráfico acima, o deputado federal Weverton Rocha (PDT), é o parlamentar maranhense menos faltoso às sessões da Câmara Federal em 2013. Portanto, foi o que mais compareceu ao trabalho.

Nice Lobão e Sarney Filho são os deputados mais faltosos.


A deputado federal Nice Lobão (PSD),esposa do ministro de Minas e Energia,Edson Lobão, aparece com mais de uma centena de faltas,já Sarney Filho (PV),irmão da governadora Roseana Sarney,faltou 62 sessões.

Em 311 sessões a deputada Nice Lobão esteve presente em apenas 123,se ausentou em 60%,das faltas,185 foram justificadas e três não justificadas.A deputada vem enfrentando problemas de saúde,porém,não cedeu seu lugar ao suplente.

Já Sarney Filho,justifica sua ausência por está sempre em missões como líder da bancada maranhense.

Na contrapartida de Nice Lobão e Sarney Filho,os deputados Simplício Araújo e Weverton Rocha foram os mais freqüentes da bancada maranhense,honrando com seus compromissos.
O investimento feito pelo povo no custei das mordomias e salários dos parlamentares é algo incomensurável. Em troca, muitos contemplam o cidadão faltando na casa legislativa, não apresentando projetos, e se ausentando em votações, isso chega a provocar ira na sociedade

A sociedade a cada dia percebe que há uma disparidade gritante no tocante ao custo benefício, ou seja, o que muitos parlamentares produzem não faz jus ao seu vencimento e vantagens.

A remuneração mensal do deputado federal é de R$ 26.723,13. O subsídio é o mesmo para deputados federais e senadores.

O subsídio leva em conta a presença do parlamentar às sessões deliberativas do Plenário, considerando o registro em todas as sessões deliberativas . As ausências não são descontadas caso o parlamentar se encontre em missão oficial no país ou no exterior e nos casos de doença comprovada por atestado de junta médica oficial, no atendimento de obrigação político-partidária, licença-maternidade, licença-paternidade, falecimento de pessoa da família até o segundo grau civil e acidente.

As faltas dos deputados nas sessões deliberativas podem ser descontadas do salário. O desconto varia de acordo com o número de sessões deliberativas no mês. O limite máximo é de R$ 16.701,96 – o equivalente a 62,5% do salário do parlamentar.

O parlamentar recebe no início e no final do mandato ajuda de custo equivalente ao valor da remuneração . A ajuda de custo é destinada a compensar as despesas com mudança e transporte.


Via Blog do Walney Batista

Nenhum comentário:

Postar um comentário