HORA CERTA

domingo, 24 de novembro de 2013

Governadora Roseana e aliados passam vexame na cidade de Tutóia

De Olho em Grajaú


É pela cara da governado Roseana a passagem dela pelo Município de Tutóia, na última quinta-feira 14/11, foi marcado mais vez por protestos da população cansada com tanto disse me disse.
O que o release da Secretaria de Comunicação não mostrou, o Blog mostra agora.
A 17ª edição do Governo Itinerante que teve por finalidade fazer campanha antecipada a Luís Fernando, foi até Tutóia inaugurar um Complexo Policial que custou mais de meio milhão.
Acompanhados do prefeito Diringa – outro exemplo de inoperância – e sob a segurança de seu principal cabo eleitoral Aluísio Mendes, demais secretários de estados e um diversos “babões marajás” que vivem de bajular e acompanhar o tal governo itinerante, Rose e Luís repetiram o mesmo discursou de sempre: Cansaram os poucos tutoienses presentes com promessas tipo “fazer e construir”.
O Município que fica a 463 km de São Luís, localizado na Região do Baixo Parnaíba, sofre com a falta d’água. A população com cartazes e palavras de ordem, fez cobranças ao Governo do Estado e não obtive resposta satisfatória.
Outras reclamações da população foi quanto a falta de equipamentos hospitalares na Unidade de saúde da Cidade e asfaltamento em muitas trechos do Município, assim, como a primeira reivindicação, dona rose não assegurou solução das demandas populares.
Roseana e Luis Fernando esperavam presença maciça dos populares, só que em vez disso, perceberam uma inauguração com autoridades e funcionários públicos.
 Momento de maior constrangimento para a Governadora Roseana no evento, foi quando um morador da Cidade, em voz alta, direcionou palavras de reclamação ao palanque de autoridades sobre a falta d’agua. Roseana, Luís Fernando, o prefeito e a comitiva não souberam onde enfiar a cara.
Chateada, dona Rose partiu para atacar a oposição,“Quando vierem em Tutóia, irão mentir para essa população e pisar no caminho que construir”, disparou enfurecida a Governadora do Estado.
Ora, e não é dever do Estado investir os recursos públicos para construir as estradas que ligam o Maranhão?
E outra… Só pode passar pelas estradas construídas pelo Governo do Estado quem for aliado da família Sarney?

Que coisa hein…

Nenhum comentário:

Postar um comentário