HORA CERTA

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Faltou vários prefeitos em encontro em São Luis

Encontro sem prefeitos
Ideli-SalvattiPelo menos metade dos prefeitos maranhenses não compareceu ao Encontro Estadual com Prefeitos e Prefeitas do Maranhão. O evento, organizado pela ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, para dar orientações a prefeitos, vice-prefeitos, secretários e assessores, não contou nem com a presença do presidente da Federação Maranhense dos Municípios (Famem), Gil Cutrim.
Ideli constrangida
A ministra ficou encurralada entre os discursos eleitoreiros de Roseana Sarney, Edison Lobão, João Alberto e Gastão Vieira, que tentaram desvirtuar o objetivo do evento e transformá-lo em outro comício pró-Luís Fernando Silva. Ainda assim, manteve a postura republicana e se limitou a falar aos prefeitos sobre as ações e linhas de financiamento oferecidos pelo Governo Federal aos municípios.
Cadê meu Ipad?
De uma coisa é certa, Ideli aprendeu a lição, embora já tivesse sido alertada para tomar cuidado com os políticos do Maranhão que fazem parte do grupo Sarney.
Ao lado da governadora Roseana Sarney e dos ministros Lobão e Gastão Vieira, uma assessora do gabinete institucional da Presidência da República teve o seu Ipad roubado. (Blog do Garrone).
Pinóquia
A governadora ainda nem entregou os 72 hospitais do Programa Saúde é Vida, mas já anunciou a construção de mais 28 hospitais no estado. Ao todo, segundo Roseana, serão 100 hospitais equipados e funcionando até o fim de 2014.
Pinóquia 2
Até o Secretário de Saúde, Ricardo Murad, foi pego de surpresa com a novidade e, questionado pela imprensa, não soube dar detalhes sobre a construção dos 28 novos hospitais. “O Saúde é Vida 2 ainda vai ser anunciado pela governadora”, disse.
Concorrência
O Secretário de Comunicação do Estado, Sérgio Macedo, parecia totalmente perdido no evento. Estava mais preocupado com o que o secretário do município, Márcio Jerry, escrevia o tempo todo no Twitter.
Fiasco
Ricardo Murad ainda teve que ouvir poucas e boas de um vice-prefeito peemedebista da Região Tocantina, que defendia a todo custo que Luís Fernando Silva fosse substituído por outro nome para não levar uma surra, ainda no primeiro turno das eleições de 2014, do comunista Flávio Dino.
Calma valente
Agressivo como sempre, Luís Fernando por muito pouco não bateu em um grupo de jornalistas que perguntava sobre o abuso de poder político que ele cometeu ao utilizar a solenidade da entrega de escavadeiras do PAC para se promover politicamente. Berrou, perguntou se a turma esteve em Imperatriz e saiu chamando todo mundo de desocupado.
Maquiagem
Por sinal, o pré-candidato da oligarquia agora utiliza maquiagem para encobrir as terríveis olheiras que o deixam parecido com o Conde Drácula.

Nenhum comentário:

Postar um comentário