HORA CERTA

sábado, 30 de novembro de 2013

Black Friday Brasil 2013 termina com milhares de reclamações e "enrolações". Veja o ranking de empresas.

Confira:

Após 24 horas de ofertas mirabolantes e problemas de todo o tipo, acabou às 23:59 desta sexta-feira (29), aBlack Friday Brasil 2013. A edição deste ano tentou apagar a imagem de "Black Fraude", de 2012, com umcódigo de ética e maior seleção de participantes, mas mesmo assim houve milhares de reclamações sobre maquiagem de preços, problemas de pagamento e falhas no atendimento das empresas participantes.
No ranking elaborado pelo ReclameAQUI com as reclamações referentes à Black Friday, das empresasoficialmente cadastradas, os cinco primeiros lugares foram ocupados por grandes varejistas.

O primeiro colocado em número de reclamações foi o Extra.com.br com 530 reclamações e 624 atendimentos feitos via RA Chat, uma ferramenta oferecida gratuitamente pelo ReclameAQUI para as empresas participantes.
Em seguida veio o Submarino (426 reclamações e 1168 chamadas no RA Chat), em terceiro lugar, o Ponto Frio –Loja Virtual (363 reclamações e 484 chamadas no RA Chat), em quarto, a Americanas.com (262 reclamações e 1118 chamadas no RA Chat) e finalizando o Top 5, as Casas Bahia – Loja Virtual (166 reclamações e 223 chamadas no RA Chat).
Entre as queixas mais comuns este ano, as promoções do tipo "metade do dobro" continuaram no topo. Consumidores de todo o país denunciaram que preços foram elevados nos dias anteriores a promoção para permitir descontos falsos de até 70%, quando na verdade o nível de preços apenas se aproximava da média do último mês.
Também houve um apagão em vários sites durante as duas primeiras horas do evento. Várias das lojas online participantes não aguentaram o volume de acessos e saíram do ar ou travaram no momento de finalizar as compras. Depois deste horário houve outros registros de problemas técnicos, mas menos disseminados.
A diferença entre os preços anunciados e os valores apresentados no momento de fechar as compras também foram queixas comum, assim como taxas de frete que "compensavam" o "desconto oferecido sobre o produto".
Várias empresas bateram os próprios recordes de reclamações em um só dia neste ano. As empresas do topo do ranking ultrapassaram essas marcas com apenas 6 horas de promoção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário