HORA CERTA

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Barrigada: UFMA desmente mais um factoide contra Flávio Dino

Marrapá
A Universidade Federal do Maranhão se manifestou sobre a “barrigada” publicada no blog Atual 7, que acusa Flávio Dino (PC do B) de ter embolsado quase R$ 500 mil sem ministrar aulas na instituição.
Barrigada: UFMA demente matéria publicada no Atual 7.
Barrigada: UFMA demente matéria publicada no Atual 7
O comunista é professor do curso de Direitoda Universidade e foi cedido ao Ministério do Turismo — a pedido da presidente Dilma Rousseff — para ocupar o cargo de Presidente da Embratur.
Em nota, a UFMA desmonta o factoide, ops… a “investigação” feita pelo blogueiro Yuri Almeida, filho do controvertido jornalista Luís Cardoso, e explica que Dino não recebeu “qualquer vencimento básico nem restituição por titulação” nos últimos dois anos.
Veja, na íntegra, a nota enviada pela assessoria de comunicação da UFMA:
A Universidade Federal do Maranhão, em respeito à opinião pública, vem informar que a notícia publicada no site Atual 7 sobre a atual situação econômica do presidente da Embratur não é verdadeira.
A instituição informa que o servidor Flávio Dino de Castro e Costa, matrícula SIAPE 1064951, vinculado ao Departamento de Direito, está cedido para o Ministério do Turismoonde ocupa atualmente a função de confiança DAS 101.6, de Presidente do Instituto Brasileiro de Turismo, Embratur, pela qual recebe o seu salário.
Durante o tempo em que está afastado, o servidor nunca recebeu qualquer vencimento básico nem restituição por titulação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário