HORA CERTA

domingo, 29 de setembro de 2013

Dutra: “Nós não somos sapos para morrer debaixo dos pés do boi…”

dutra
Dutra não quer ser pego pelo “boi”. Foto: Sílvia Tereza
Do blog da Sílvia
Em mais uma de suas tiradas de gerar gargalhadas, desta vez durante discurso na filiação de Othelino Neto ao PCdoB, o deputado federal Domingos Dutra (ainda no PT, mas já de saída anunciada) mandou essa: “E nós não somos sapos para morrer debaixo dos pés do boi…”
Dutra estava se referindo à disputa eleitoral que se aproxima em que a oposição irá com tudo para cima do alto poder, do gigante, leia-se do grupo Sarney, que dentro da frase do deputado seria o “boi”.
Tiradas à parte, Dutra tem razão. Para a oposição, não vale “morrer aos pés do boi” nas eleições de 2014, pois esta parece ser a maior chance da esquerda nas últimas décadas, onde o Maranhão está diante de um grupo poderoso, a única oligarquia ainda remanescente no Brasil, mas que parece estar “afundando”.
Durante discurso no evento do PCdoB, Dutra disse que, para vencer as eleições, a oposição deverá estar totalmente unida, para ser forte, com apenas um candidato a governador e outro ao Senado de consenso.
Isso quer dizer que o deputado tem a consciência de que se ele não for escolhido, pela maioria, como candidato a senador, aceitaria recuar em nome do projeto de alternância de poder.
De saída já anunciada do PT, Dutra decidirá, até a próxima quarta-feira (02), qual rumo partidário irá seguir. Tem convite para o PS e para o PCdoB e é simpatizante da Rede de Sustentabilidade de Marina Silva, que ainda não se viabilizou. Só falta definir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário