HORA CERTA

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Chuva de granizo em Santa Quitéria


Moradores dizem ter presenciado fenômeno pela primeira vez na cidade (Foto: Divulgação/Cleideanne Veras)Em Santa Quitéria do Maranhão, a 350 km de São Luís, o fim da tarde de ontem (4) foi marcado por uma tempestade com fortes ventos e chuva de granizo, fenômeno que assustou os moradores. “Eu fiquei bastante assustada, já que foi a primeira vez que meus pais e eu presenciamos isso aqui. Assim que começou a chuva, começaram também a cair as pedras de gelo. No início, pequenas mas depois, maiores. Na casa de minha irmã o telhado chegou a ser quebrado por uma dessas pedras”, contou a educadora social, Cleideanne Veras, que tirou algumas fotos logo após a tempestade.

A professora Daza Bastos conta que também ficou muito nervosa. “Foram cerca de 30 minutos de chuva. Os ventos eram muito fortes. Muitas casas ficaram destelhadas e até parte do telhado do ginásio esportivo voou. Inclusive, veio parar telha perto da minha casa”, detalhou a professora.

De acordo com o Laboratório de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) uma precipitação de granizo justificaria o fenômeno. “Já houve outros registros no Estado, mas raramente frentes frias chegam ao norte do Maranhão – costumeiramente elas chegam ao sul do Estado. Tudo depende das condições atmosféricas, o que provavelmente pode ter ocasionado o fenômeno. Casos como esse são isolados. Provavelmente teremos ventos fortes, altas temperaturas e altos índices de radiação solar”, explicou o metereologista Gunter Reschker.

Detalhe da antena parabólica repleta de pequenas pedras de gelo (Foto: Divulgação/Cleideanne Veras)

Segundo o Instituto Nacional de Metereologia (Inmet), a previsão do tempo na cidade para esta quinta-feira (5), será de sol entre nuvens, com temperaturas que variam entre 24°C e 33°C. Até o fim da semana, as temperaturas máximas podem chegar aos 37°C.

Passado o susto, algumas ruas da cidade ainda estão sem energia elétrica. Equipes da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) já estão no local para restabelecer o fornecimento.

Com matéria de Igor Almeida, do G1 MA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário