HORA CERTA

segunda-feira, 8 de abril de 2013


‘É preferível morrer queimado ou sobreviver fedendo’, pergunta deputado ao querer defender governo Roseana

533905_140663629447104_1990010565_n
O líder do governo Roseana Sarney na Assembleia Legislativa, deputado Magno Bacelar (PV) ao tentar defender o governo do episódio mostrado pelo programa Fantástico, da Rede Globo, que exibiu neste domingo uma reportagem o qual, pela ausência de Corpo de Bombeiros na cidade de Bacabal, incêndios são apagados com fezes através de caminhão limpa-fossas, questionou se neste caso era preferível ‘morrer queimado ou sobreviver fedendo’.
A declaração de Magno revoltou o deputado Marcelo Tavares (PSB). “A que ponto chegamos, sem ter como defender o governo, o deputado Magno acha que a população do Maranhão deve ser tratada com fezes. Um desrespeito muito grande. Isso me faz lembrar um antigo ditado de que é melhor escapar fedendo do que morrer cheiroso”, protestou Tavares.
Para o deputado Rubens Jr. (PCdoB), é preferível “um governo que funcione”.
Em um governo que está tudo uma m…. até no sentido literal da palavra, o posicionamento do deputado sarneisista não é novidade alguma. Até quando?

Nenhum comentário:

Postar um comentário